Comer menos carne pode reduzir o risco geral de câncer

Carne

Coma menos carne, sugere um estudo publicado online em 24 de fevereiro de 2022, pela BMC Medicine. Os pesquisadores coletaram dados de saúde de aproximadamente 472.000 adultos com idades entre 40 e 70 anos. 

 

Essas pessoas relataram com que frequência por semana comiam carne (carne processada, carne bovina, cordeiro, porco, frango e peru) ou se evitavam carne completamente, se comiam peixes ou eram vegetarianos ou veganos.

 

Eles descobriram que 52% das pessoas comiam carne mais de cinco vezes por semana e 44% comiam carne cinco ou menos vezes; 2% comiam peixe, mas não carne, e outros 2% eram vegetarianos ou veganos. 

 

Os pesquisadores então acompanharam os participantes por 11 anos para ver quem desenvolveu câncer. Eles descobriram que o risco geral de câncer era 2% menor entre as pessoas que comiam carne cinco vezes ou menos por semana em comparação com aquelas que consumiam mais. O risco foi 10% menor entre aqueles que comiam apenas peixe e 14% menor entre vegetarianos e veganos.

 

Ao analisar cânceres específicos, os pesquisadores descobriram que as pessoas que comiam carne não mais de cinco vezes por semana tinham um risco 9% menor de câncer de cólon do que aquelas que comiam carne mais de cinco vezes. 

 

Além disso, o risco de câncer de próstata foi 20% menor entre os homens que comiam apenas peixe e 31% menor entre os homens que seguiam uma dieta vegetariana ou vegana em comparação com aqueles que comiam carne mais de cinco vezes por semana.

 

Os especialistas alertaram que um estudo observacional como esse só pode mostrar uma associação, não uma causa direta. O estudo também não levou em consideração outros hábitos alimentares e de estilo de vida ou genética e não analisou porções específicas. Ainda assim, as descobertas apoiam outras pesquisas que relacionam a menor ingestão de carne com um menor risco de problemas de saúde.

 

 
 

Nenhum comentário:

DEIXE O SEU COMENTÁRIO AQUI!